Revistas Eletrônicas da Unemat - Sinop


Logo do cabeçalho da página

Revista das Ciências Exatas e Tecnológicas

Revista de Ciências Exatas e Tecnológicas - RECET é uma publicação semestral da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas da Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT - Campus Universitário de Sinop.

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Logo do cabeçalho da página

Eventos Pedagógicos

A Revista Eventos Pedagógicos é uma publicação semestral vinculada à disciplina de Eventos Científicos da Metodologia de Pesquisa Educacional do Curso de Pedagogia da Faculdade de Educação e Linguagem da Universidade do Estado de Mato Grosso. Tem como objetivo incentivar e divulgar a produção científica da graduação e pós-graduação além de promover a socialização de artigos nas áreas de Educação, Ensino, Letras / Linguística e Sociologia.

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Logo do cabeçalho da página

Revista Educação, Cultura e Sociedade

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

Revista de Letras Norte@mentos

Revista de Letras Norte@mentos

A Revista de Letras Norte@mentos é um periódico eletrônico, com publicação semestral, com temática livre na área de Letras, podendo apresentar dossiês temáticos.

Criada em 2008, por iniciativa do curso de Letras, da FAEL, da Universidade do Estado de Mato Grosso, campus de Sinop-MT, a revista vincula-se ao Programa de Mestrado em Letras (PPGLetras), alinhando-se aos objetivos do programa e auxiliando na criação de mecanismos para intensificar a produção científica de docentes e mestrandos, a partir das linhas de pesquisa, projetos e grupos de pesquisa.

Publicamos textos inéditos (artigos científicos, entrevistas e resenhas de obras, publicadas nos últimos três anos), das áreas dos Estudos Linguísticos e Literários, com temática livre, em português ou em outras línguas estrangeiras.

Objetivamos promover o debate no meio acadêmico da universidade, como também o diálogo com diferentes IES do Brasil e do exterior, contribuindo para a descentralização da pesquisa na área de Letras. Divulgamos produções científicas, resultados de pesquisas bibliográficas, de estudos de teoria, crítica e análise literária, como também de estudos linguísticos em suas diversas perspectivas teóricas.

O público alvo deste periódico abrange a comunidade acadêmica e estudiosos interessados em ampliar o conhecimento na área.

Avaliada com Qualis-B2 (2015-2016) pela Capes nas áreas de Letras e Linguística, a revista recebe artigos em fluxo contínuo, submetidos unicamente pelo sistema, com publicações previstas até 30 de janeiro, na edição de Estudos Literários (artigos submetidos até 30 de setembro) e publicações previstas até 30 de julho, na edição dos Estudos Linguísticos, (artigos submetidos em fluxo contínuo).

Obs: Lembramos que ao realizar a submissão de artigo no sistema, o autor deve verificar se o documento original foi realmente anexado.

Os textos submetidos devem trazer ao final da página em rodapé o nome completo do autor ou autores (até 3), a titulação, a instituição e o e-mail.

No caso de mais de um autor, o primeiro nome citado deve ser o do autor que tenha a maior titulação.

Em busca de uma maior diversidade de pesquisadores e resultados de pesquisas contemplados na revista, não publicamos mais de um artigo do mesmo autor e coautor na mesma edição, como também não publicamos artigos do mesmo autor em edições seguidas. O autor que tiver artigo com parecer favorável em duas edições seguidas deverá aguardar o intervalo de uma edição para publicação de seu texto na edição posterior.

Os textos submetidos devem ser originais  e não devem estar sendo avaliados por outras revistas até o encerramento da edição.

Se, contrariando a nossa política de avaliação, o artigo enviado estiver sendo avaliado por outra revista, os editores da Norte@mentos não se responsabilizam  pela retirada do artigo da edição, quando a mesma já estiver sido publicada. Apenas, poderemos retirá-lo quando ainda estiver em processo de avaliação.

Somente serão aceitos trabalhos submetidos por autores (no máximo 3) que tenham o título mínimo de mestre ou coautoria com mestre ou doutor.

Os artigos deverão ser submetidos on-line. Para submissão, crie login e senha clicando em "CADASTRAR".

Em caso de dúvidas, escreva para o e-mail: revistanorteamentos@unemat.br

Como se trata de uma revista científica, vinculada a uma instituição estadual, informamos que não há financiamento externo para a execução e manutenção deste site.

Também informamos que não são cobradas taxas de processamento e envio de artigos.

 

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO/CALL FOR PAPERS- NORTE@AMENTOS

 

A Revista Eletrônica Norte@mentos, do Programa de Pós-Graduação em Letras, da Universidade Estadual de Mato Grosso - UNEMAT, abre chamada para a submissão de artigos científicos que tratem da temática “Descrição, análise e documentação de línguas indígenas brasileiras”. A elaboração dessa edição especial, em forma de dossiê, é uma proposta do Grupo de Trabalho “Estudos Linguísticos na Amazônia Brasileira” da ANPOLL, mas que pretende reunir estudos da área realizados em qualquer contexto geográfico brasileiro.

Os trabalhos para esse volume 13, correspondente à edição 33, deverão ser encaminhados pelo sistema da revista até dia 05 de agosto de 2020. A previsão para publicação é até 20 de outubro de 2020.

A submissão deve ser realizada na plataforma da Revista [http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/norteamentos]. Os textos serão aceitos em português ou em outra língua estrangeira e devem estar de acordo com as normas de publicação da Revista.

 

Para a Década das Línguas Indígenas

 

Nas duas últimas décadas, o número crescente de trabalhos acadêmicos dedicados à descrição, análise e documentação de línguas indígenas brasileiras tem contribuído para a ampliação do conhecimento científico. Seja ao tratar de aspectos relacionados tanto a compreensão do mundo dessas comunidades de fala quanto sobre a lógica, forma e função das estruturas linguísticas utilizadas para a comunicação.

Ainda não existe consenso entre os estudiosos sobre o número real das línguas atualmente faladas, pois os critérios utilizados para definir língua e dialeto variam entre os autores. Por exemplo, Rodrigues (2002) calculou a existência de 180 línguas, a partir de dados demográficos, dos registros de viajantes e descrições linguísticas que utilizaram critérios diversos para os conceitos em questão. Entretanto o mesmo autor registrou, posteriormente, o total de 199 (cf. RODRIGUES: 2013). Por outro lado, Moore; Galucio; Gabas Jr. (2008) assumem a aplicação do critério de inteligibilidade mutua e “a soma dificilmente ultrapassa 150”.

Mesmo com o crescimento demográfico, os indígenas representam 0,47% da população brasileira. Muitas de suas comunidades sofrem com a falta de assistência do Estado nas questões básicas de saúde, segurança e educação. A invasão de suas terras pelos que praticam o garimpo e a extração de madeira ilegal inclusive em áreas ocupadas por comunidades indígenas isoladas do contato com a sociedade emergente é constante.

Assim como os indivíduos, as línguas indígenas estão ameaçadas de extinção. Por essa razão, a UNESCO realizou nos dias 27 e 28 de fevereiro desse ano, na Cidade do México, o evento intitulado “Making a decade of action for indigenous languages”. Dentre os objetivos desse encontro destacam-se: (i) promover um diálogo construtivo sobre as línguas indígenas entre diferentes atores, tais como: representantes governamentais nacionais, povos e organizações indígenas, pesquisadores/especialistas no campo das línguas indígenas (i.e. linguistas, filólogos, entre outros); (ii) identificar soluções e boas práticas, assim como oportunidades entre aqueles que trabalham com a transmissão, documentação, salvaguarda das línguas, políticas públicas, educação, pesquisa, entre outros; (iii) realizar a conscientização sobre a importância das línguas indígenas, sua diversidade linguística e multilinguismo.

Sendo assim, com o objetivo de contribuir para as ações descritas, convidamos os pesquisadores a enviarem seus trabalhos para o número especial da revista Norte@mentos que versem sobre a descrição, análise e documentação de línguas indígenas brasileiras em qualquer uma das abordagens teóricas.

 

 

Atenciosamente,

 

Profa. Dra. Zoraide dos Anjos (UFRR)

Prof. Dr. Angel Corbera Mori (Unicamp)

Organizadores

 

Referências

RODRIGUES, A. D. Língua brasileiras: para o conhecimento das línguas indígenas. São Paulo: Edições Loyola, 2002.

______. Línguas Indígenas Brasileiras. Brasília, DF: Laboratório de Línguas Indígenas da UnB, 2013. 29p. Disponível em: http://www.letras.ufmg.br/lali/PDF/L%C3%ADnguas_indigenas_brasiliras_RODRIGUES,Aryon_Dall%C2%B4Igna.pdf. Acesso em: 13 de outubro de 2019.

MOORE, D.; GALUCIO, A. V.; GARBAS JÚNIOR, N. O Desafio de Documentar e Preservar as Línguas Amazônicas. Scientific America

n (Brasil), n° 3, Amazônia (A Floresta e o Futuro), p. 36-43, 2008. Disponível em:  <<https://etnolinguistica.wdfiles.com/local.files/media%3Aset2008/moore_2008_desafio.pdf>> Acesso em: 30 de março de 2020.

2019 International Year of Indigenous Languages. High-level event “Making a decade of action for indigenous languages”. Disponível em: <<https://en.iyil2019.org/events/high-level-event-making-a-decade-of-action-for-indigenous-languages/>>. Acesso em: 25 de março de 2020.


 

 


Acessar revista | Edição atual | Cadastrar

REVISTA CONTABILIDADE & AMAZÔNIA - RC&A

Contabilidade & Amazônia

A Revista Contabilidade & Amazônia - RC&A é uma publicação eletrônica semestral criada pelo Grupo de Pesquisas Contabilidade e Amazônia, vinculado ao Curso de Ciências Contábeis da Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT, Campus de Sinop destinada aos resultados das pesquisas da comunidade acadêmica em gestão e contabilidade efetuadas na Amazônia Legal preferencialmente. No entanto, se consagra em um espaço para publicações de pesquisadores do Brasil e exterior, assim proporcionando o debate, e com isso, promove à expansão das pesquisas em gestão e contabilidade.

Acessar revista | Edição atual | Cadastrar