Educação ambiental: práxis de uma comunidade tradicional no entorno do Parque Nacional do Pantanal Mato-Grossense

Maria Auxiliadora ALMEIDA, Carolina Joana da SILVA

Resumo


As comunidades tradicionais que vivem no Pantanal Mato-grossense, ao longo do tempo, elaboraram um profundo conhecimento sobre a natureza, combinando formas materiais e simbólicas nas estratégias de ocupação e manejo do território, que lhes garantiu até os dias atuais, a reprodução de seu sistema social e cultural. Para saber como a comunidade da Barra de São Lourenço, situada no entorno do Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense, interage com o ambiente, bem como a práxis resultante das mesmas relações, foram feitas entrevistas semiestruturadas, incluindo o levantamento de dados sociais e econômicos das famílias e observação participante, realizados em 6 idas a campo com duração de 10 dias cada uma, entre agosto de 2009 e setembro de 2010. Na comunidade vivem aproximadamente 77 habitantes e 19 famílias, constituídas de pessoas que nasceram e cresceram na região, no ritmo do ciclo hidrológico do bioma Pantanal orientado pela transmissão de conhecimento. A interação com o ambiente pantaneiro é fortemente marcada por vínculos econômicos, sociais, culturais e espirituais, e pela transmissão oral de conhecimento realizada na informalidade das ações e práticas cotidianas.

Palavras-chave: Pantanal; interação com o ambiente; transmissão de conhecimento.

 


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .