A conflitiva posse da terra no norte mato-grossense

Josemar Pedro Lorenzetti

Resumo


O presente artigo aborda a ocupação e a posse da terra no norte mato-grossense sob as categorias de análise deJosé de Souza Martins, buscando estabelecer os diferentes momentos do processo de expansão da fronteira(Frente de Expansão X Frente Pioneira). Dessa forma, ao problematizar a ocupação humana sobre a regiãoAmazônica, com informações a respeito dos conflitos sociais e das expectativas frustradas de posse da terraalmejada, mostramos o sonho da terra sendo utilizado como isca, ao transferir conflitos sociais de outras regiõesdo país. Esses projetos no norte mato-grossense, incluindo a cidade de Sinop, tornaram-se uma armadilha,porque os problemas ambientais estão retomando, revendo e possivelmente, anulando os movimentosexpansionistas. A questão ambiental (produção tradicional, sustentabilidade, biodiversidade, terras indígenas...) éum problema-síntese para se repensar a fronteira, pois reaviva os conflitos entre os diferentes grupos sociais quevivenciaram este processo.

Palavras-chave: fronteira; conflitos sociais; questões ambientais.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .