A internacionalização da educação superior e os impactos do processo de Bolonha nos programas de pós-graduação brasileiros

Egeslaine de De Nez, Evandro De Nez, Vania Tanira Biavatti

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar o Espaço Europeu do Ensino Superior (EEES), enfatizando os impactos nos Programas de Pós-graduação na área contábil, reconhecendo a internacionalização da Educação Superior brasileira. Os procedimentos metodológicos utilizados contemplaram pesquisa bibliográfica e documental com abordagem qualitativa e análise de conteúdo dos documentos que compõem o Processo de Bolonha. A relevância científica desta investigação relaciona-se diretamente ao fato de apesar de existirem vários estudos dedicados ao EEES, poucos se referem exclusivamente aos Programas de Pós-graduação. Tem como limitação a evidência de que a temática é recente, apesar do EEES ter sido lançado há dez anos e qualquer reforma educacional é lenta, assim como a identificação de seus impactos imediatos. Os resultados apontam que o Processo faz referência à pesquisa e a formação dos pesquisadores, que nos Programas brasileiros na área contábil apresentam uma abordagem diferenciada. É possível enfatizar que a cada encontro ministerial, os documentos têm refinamento e aprofundamento teórico, com ênfase na internacionalização. Destaca-se, então, um incremento que possibilita a mobilidade dos acadêmicos e dos pesquisadores, bem como a constituição de um espaço hegemônico de produção do conhecimento europeu. Considera-se, finalmente que sua implementação alteraria de um modo geral a arquitetura dos Programas de Pós-graduação, com reflexos na estrutura da Educação Superior.

Palavras-chave: educação superior; internacionalização; pós-graduação; processo de Bolonha.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .