Formação de educadores para escolas do campo

Rosângela Pereira Oliveira, Ilma Ferreira Machado

Resumo


O objetivo desse trabalho é fazer algumas reflexões quanto a necessidade de uma formação universitária específica para os educadores do campo, considerando indicadores da situação das escolas do campo no Brasil de hoje, tendo presente o histórico processo de abandono a que foi submetida à educação escolar dos povos campesinos. Busca-se, ainda, refletir sobre o tipo de formação que corresponderia à perspectiva de fortalecimento das escolas do campo, na linha do que estabelece as Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo e conforme os princípios educacionais defendidos pelos movimentos sociais do campo. Optamos, neste texto, por entrecruzar alguns indicadores estatísticos, dados referentes a legislação pertinente e experiências de práticas educativas em educação campesina sob um enfoque crítico da prática destes educadores, apoiando-nos em bibliografia das pesquisadoras Shiroma e Evangelista (2002), Freire (2007), Caldart (2002, 2008), Molina (2011) entre outros autores que estudam sobre a carreira docente e a formação de professores e, em especial, a formação de educadores do campo. Analisamos ao longo da exposição evidências significativas da importância de se constituírem os cursos de formação de educadores para o campo.

Palavras-chave: formação de educadores; educação do campo; ensino superior.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .