O reflexo da violência paterna na formação do ser social e sua influência no desempenho escolar

Isaias Batista de Oliveira Junior

Resumo


Objetiva-se através da abordagem sociocultural proposta por Vygotsky (2007) caracterizar a formação social do indivíduo através das relações estabelecidas entre os seres humanos em seu ambiente físico, social e familiar. Pode-se observar que o baixo rendimento escolar de duas crianças poderia estar relacionado à violência física ou emocional provocadas pela figura paterna no espaço doméstico, identificadas através de Avaliações Psicopedagógicas aplicadas com as vítimas e sua mãe, para a obtenção do título de Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional, em um município na região norte do Estado do Paraná, Brasil. Para a análise da influência da violência deu-se enfoque ao contexto sociocultural, no qual estes sujeitos estão inseridos, estruturado por situações adversas como pobreza, conflitos familiares, alcoolismo e autoritarismo paterno que associados produzem uma ecologia propiciadora de atos violentos e induzem a um baixo rendimento escolar. Enquanto escola e educadores precisamos nos atentar que o processo de aprendizagem desses alunos deve ser analisado levando em consideração não apenas às dificuldades individuais que eles apresentam em sala de aula, mas o conjunto de suas características pessoais, familiares, escolares e sociais aos quais estão projetados.

Palavras-chave: violência física; violência psicológica; desempenho escolar;  psicopedagogia; ensino fundamental.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .