A educação patrimonial como recurso para a educação: Um estudo a partir do patrimônio material Estalação da Luz e patrimônio imaterial Fandango Caiçara no estado de São Paulo, Brasil

Ana Paula Perardt Farias, Marcelo Campos Tiago

Resumo


Este artigo teve como objetivo conhecer a importância do patrimônio material e imaterial para a educação, por
meio de dois patrimônios na cidade e no estado de São Paulo: A Estação da Luz como patrimônio material e o
Fandango Caiçara como patrimônio imaterial. Assim, se discutiu a importância da educação patrimonial como
recurso para a educação, e também a relação desses marcos histórico para a preservação da cultura e história de um
povo. Para tanto foi realizada a pesquisa bibliográfica a fim de contribuir para a reflexão de um ensino de
qualidade sob o viés da educação patrimonial, por meio de suas representações culturais. Considera-se, por fim,
que as reflexões preliminares apontaram para os seguintes aspectos: a importância de projetos, oficinas, saídas de
campo sobre a educação patrimonial dentro das escolas; ensinar o respeito ao passado, construindo assim um
futuro melhor para as crianças e jovens. Observou-se que a educação patrimonial é uma possibilidade de se
trabalhar com o resgate da memória e patrimônio para a educação do futuro, visto que há inúmeros bens tombados
e registrados, como nos casos utilizados neste estudo, valorizando a cidade, o estado, e as pessoas que fazem parte
deste patrimônio, estimulando o sentimento de identidade.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .