O deserto da formação inicial nas licenciaturas. Ou, a formação determinada pela rentabilidade

Ivanise MONFREDINI

Resumo


O texto traz os fundamentos teóricos e alguns resultados da pesquisa que realizamos sobre a formação inicial deprofessores da educação básica, nas licenciaturas no Estado de São Paulo. A pesquisa intitulada O conhecimento dossaberes a ensinar na formação de professores da educação básica. Um estudo sobre as licenciaturas no Estado deSão Paulo, teve financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Neste texto,apresentamos de forma breve a reflexão teórica que subsidiou as análises da formação de professores, assim como asprincipais características dos cursos de licenciaturas, as possibilidades e os limites à formação inicial, nesses cursos.Discutimos o conceito de formação a partir de Mészaros, Tonet e Duarte, com o objetivo de explicitar o significadoque damos à formação e as suas possibilidades e limites na sociedade em que vivemos, destacando as determinaçõesrentistas postas às instituições de ensino superior públicas e privadas e as consequências para a formação deprofessores. Sinteticamente, as determinações rentistas imprimem outra significação na formação inicial deprofessores e, de modo mediado, na própria significação do trabalho docente.

Palavras-Chave: formação inicial de professores; ensino superior; licenciaturas.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .