Em busca da consolidação da pesquisa e da pós-graduação numa universidade estadual: a construção de redes de pesquisa

Egeslaine de Nez

Resumo


No emaranhado da sociedade em rede, do conhecimento e hipermoderna encontra-se a universidade brasileira, enraizada nas relações com o contexto sócio-econômico que são atravessadas por tensões e paradoxos. Considera-se que as Instituições de Educação Superior são dinâmicas e se transformam com as mudanças que ocorrem na sociedade, na cultura, na política e na economia. Há uma premissa em evidência de que é o lócus privilegiado para o acesso à cultura e a ciência, e tem sua existência garantida para criar e divulgar o conhecimento. Nos últimos anos, inúmeros foram os espaços que travaram discussões que se debruçaram a analisar a função da universidade na contemporaneidade. Empreende-se nesse estudo uma leitura substantiva da realidade circundante sobre a pesquisa e suas condições de realização nos espaços acadêmicos. Neste sentido, a presente investigação se insere na especificidade da Educação Superior, com destaque para as políticas institucionais, enfoca a pesquisa e a Pós-graduação numa universidade estadual multicampi, e tem sua gênese na projeção de cenários. Objetiva identificar e analisar as políticas e as práticas de pesquisa da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), com vistas a desenhar cenários para fortalecer a pesquisa, no seu espaço que é a Pós-graduação, sendo composta de etapas sucessivas e articuladas no âmbito de um estudo multimetodológico. Esse processo contínuo de análise partiu da pesquisa bibliográfica e estendeu-se na pesquisa documental, além da pesquisa de campo com entrevistas semiestruturadas realizadas com três categorias de participantes (líderes de grupos, coordenadores de programas de Pós-graduação e ex-pró-reitores de pesquisa e Pós-graduação). Os procedimentos analíticos foram a análise de conteúdo, a rede de significações e a abordagem quali/quantitativa, constituindo um estudo de caso. O estudo tem cunho descritivo-exploratório, mas foi perpassado por um esforço de construção teórico categorial de onde emerge a rede de significações do objeto. Entre as categorias destacam-se: pesquisa, Pós-graduação, adensamento e densidade da produção docente, concepção e financiamento da pesquisa, hipermodernidade, sociedade em rede e do conhecimento, paradoxo indivíduo/grupo/rede. Em termos conclusivos, é possível sinalizar que a universidade, por meio da Pós-graduação é fonte geradora de conhecimento, na medida em que adensa e densifica suas políticas e ações de produção da pesquisa por meio dos grupos, dos projetos e das redes. Esse contexto propicia e delimita papéis (da universidade e do pesquisador) e significados advindos do habitus e da ambiência institucional que permeiam o desenho dos cenários propositivos para a integração das pesquisas. Deste modo, as redes de pesquisa são compostas da “tradição” de fazer pesquisa e de elementos econômicos (financiamento dos projetos), políticos (organização e estruturação dos atos regulatórios), além de ideológicos (concepção de pesquisa e características dos pesquisadores).


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS Quadriênio 2013-2016: B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; B4 Educação Física; B4 Interdisciplinar; B4 Linguística e Literatura; B4 Sociologia.

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR