Letramento crítico: uma proposta de uso do Facebook nas aulas de língua inglesa

Joana Rodrigues Moreira-Leite

Resumo


Pretendo neste artigo discutir e refletir algumas formas de conceber o processo de ensino/aprendizagem de Língua Inglesa utilizando a rede social Facebook para práticas dos novos letramentos. Nesta concepção, apresento uma alternativa de aula que se inclui na proposta do letramento crítico por entender que as aulas de LI não devem focalizar apenas os aspectos gramaticais, mas contribuir para que a língua seja significativa para as práticas sociais, permitindo que o aluno seja questionador a respeito das possibilidades apresentadas.

Palavras-chave: língua inglesa; letramentos; Facebook.


Referências


ALMEIDA FILHO, José Carlos Paes de. Dimensões comunicativas no ensino de línguas. Campinas: Pontes, 1993.

BRAGA, Denise Bértoli. Ambientes Digitais: reflexões teóricas e práticas. São Paulo: Cortez, 2013.

BRAGA, Denise Bértoli. Práticas letradas digitais: considerações sobre possibilidades de ensino e de reflexão social crítica. In ARAÚJO. Júlio César. Internet & Ensino: novos gêneros, outros desafios. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007.

BARCELOS, Ana Maria Ferreira. Cognição de professores e alunos: tendências recentes da pesquisa de crenças sobre o ensino aprendizagem de línguas. In Barcelos A. M. F.; Vieira-Abrahão, M. H. (Orgs). Crenças e ensino de línguas: foco no aluno e na formação de professores. Campinas: Pontes, 2006, p. 27-69.

COX, Maria Inês Pagliarini; ASSIS-PETERSON, Ana Antônia. O drama do ensino de inglês na escola pública brasileira. In ASSIS- PETERSON, A. A. de (Org). Línguas estrangeiras: para além do método. Cuiabá: EdUFMT, 2008, p. 19-54.

COUTO JÚNIOR, Dilton Ribeiro do. Como seria uma aula com o uso do Facebook? Pensando educações na/com a Cibercultura. Cadernos de Estudos e Pesquisas, v. 16, n. 35 jun. 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2012.

DUBOC, Ana Paula; FERRARI, Daniel Mello. Letramentos críticos e formação de professores de inglês: Currículos e perspectivas em expansão. Revista X, v.1, 2011. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2013.

EDMUNDO, Eliana Santiago. O ensino de inglês na escola pública sob a perspectiva do letramento crítico. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-graduação em Letras: Estudos Linguísticos, 2010. Disponível em: http://dspace.c3sl.ufpr.br:8080/dspace/handle/1884/24961. Acesso em: 10 jun. 2011.

FONTANA, Niura Maria; LIMA, Marília dos Santos, (Orgs) Língua estrangeira e segunda língua: aspectos pedagógicos. Caxias do Sul: Educs, 2006.

GIMENEZ, Telma. Permanências e rupturas no ensino de inglês em contexto brasileiro. In Diógenes Cândido de Lima (Org) Inglês em escolas públicas não funciona? Uma questão, múltiplos olhares. São Paulo: Parábola Editorial, 2011.

MAKONI, Sinfree; MEINHOF, Ulrike. Linguística aplicada na África: Desconstruindo a noção de “língua”. In: MOITA LOPES, Luiz Paulo da. (Org.). Por uma lingüística aplicada indisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006.

MATTOS, Andréa Machado de Almeida. O ensino de inglês como língua estrangeira na escola pública: novos letramentos, globalização e cidadania. São Paulo: USP. Tese de doutorado. 2011.

______ . Novos letramentos, ensino de língua estrangeira e o papel da escola pública no século XXI. Revista X, v.1, 2011. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2013.

______ ; VALÉRIO, Kátia Modesto. Letramento crítico e ensino comunicativo: lacunas e interseções. RBLA, Belo Horizonte, v. 10, n. 1, p. 135-158, 2010. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2013.

MONTE MÓR, Walkyria. O ensino de línguas estrangeiras e a perspectiva dos letramentos. In Cristiano Silva de Barros, Elzimar Goettenauer de Marins Costa (Orgs.). Se hace camino al andar: reflexões em torno do ensino de espanhol na escola. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2012, p.37-50.

PACHECO, Mirela Magnani; AMORIM, Simone Silveira. Percurso histórico do ensino de inglês no Brasil - a abordagem comunicativa e o livro didático do Yázigi. Disponível em: < http://www.filologia.org.br/xicnlf/10/percurso_historico.pdf >. Acesso em: 30 set. 2013.

PAIVA,Vera Lúcia Menezes de Oliveira e. O uso da tecnologia no ensino de línguas estrangeiras: breve retrospectiva histórica. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2013.

PEDREIRO, Silvana. Ensino de línguas estrangeiras – métodos e seus princípios. Especialize IPOG Revista on line, jan. 2013. Disponível em: < http://www.ipog.edu.br/uploads/arquivos/8690e1801f0fee0e80ff9fcb75d14a0d.pdf >. Acesso em: 20 jul. 2013.

SATELES, Letícia Maria Damaceno; ALMEIDA FILHO, José Carlos P. Breve Histórico da Abordagem Gramatical e seus Matizes no Ensino de Línguas no Brasil. Revista Helb, Ano 4 n. 4-1, 2010. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2013.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat-net.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS (2017): B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; Educação Física; Interdisciplinar; Linguística e Literatura; Sociologia

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR