Estratégias no ensino-aprendizagem de língua inglesa por alunos da educação de jovens e adultos

Leila Cristina Oliveira Silva, Márcio César Cardoso

Resumo


Esta pesquisa tem por objetivo investigar as estratégias utilizadas pelos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) que apresentam melhor desempenho em Língua Inglesa. O estudo fundamenta-se nos Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua estrangeira – PCN’s (1998), na proposta curricular para a educação de jovens e adultos:do ensino médio 1º ao 3º ano, nos PCNs Língua Estrangeira (BRASIL, 2002) que é o documento para o segmento de ensino de jovens e adultos. Fundamenta-se também na abordagem sociointeracionista de ensino/aprendizagem proposta por Vygotsky (1994-1995). Foram igualmente relevantes para o presente estudo a análise do material didático adotado pela escola e a abordagem utilizada pelo professor durante as aulas. A pesquisa foi realizada com quatro alunos do ensino médio das escolas Maria de Lima Cadidé e José Salmen Hanze da rede estadual de educação. A coleta de dados realizou-se no segundo semestre de 2012 por meio de questionários, diários/fichas de avaliação dos professores e entrevistas com os alunos. Com relação às estratégias utilizadas pelos alunos, os resultados apresentaram um conjunto de práticas relacionadas à compreensão, produção oral e escrita. Além disso, pôde-se perceber que o melhor desempenho está relacionado às práticas desenvolvidas tanto em sala quanto fora do ambiente escolar.

Palavras-chave: EJA; aprendizagem de língua inglesa; autonomia do aprendiz.

 


Referências


DONNINI, Lívia; PLATERO, Luciana; WEIGEL, Adriana. Ensino de Língua Inglesa. Cengage Learning: São Paulo, 2010.

SANTIAGO, C. A. B. Uma experiência de aprendizagem de língua inglesa com alunos da EJA: percepções sobre uma unidade didática e a aprendizagem. (Mestrado em L.A.E. linguagem) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo: São Paulo, 2008.

FOGAÇA, Francisco Carlos. Ensino de inglês, letramento crítico e cidadania: um triângulo amoroso bem sucedido. Língua e Letras, 2007, v. 8, n.14, p.79 -105.

FIGUEIREDO, Francisco José Quaresma. Aprendendo com os erros: uma perspectiva comunicativa de ensino de línguas. Goiás: Editora UFG, 1999.

MICOLLI, Laura. Autonomia na aprendizagem de língua estrangeira. In: PAIVA,Vera Lúcia Menezes de Oliveira (Org.) Práticas de ensino e aprendizado de língua inglesa com foco na autonomia. 3. ed. Campinas: Pontes, 2010.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS Quadriênio 2013-2016: B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; B4 Educação Física; B4 Interdisciplinar; B4 Linguística e Literatura; B4 Sociologia.

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR