O educador como organizador do conhecimento

Dennis Jesus Linares Ferreira

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar uma breve síntese de como o professor desenvolve seu papel como organizador do conhecimento. Entende-se que a escola é fundamental para a formação do cidadão capaz de se enquadrar às necessidades exigidas pela sociedade, para tanto a escola oferece igualdade de oportunidades, o bom desenvolvimento dessas oportunidades dependerá do dom, aptidão, inteligência e talento de cada um. O aluno interessa-se por aquilo que faz sentido pra ele, ou seja, aquilo que está mais presente no seu cotidiano. Deste modo, apresentar um ensino fragmentado não surtirá um efeito positivo. Desta forma, entende-se que uma forma de o professor mediar o conhecimento de forma prática, é a escolha dos métodos, os quais influenciarão o aprendizado do aluno. Discute-se neste artigo, por meio dos preceitos teóricos, a importância dos métodos escolhidos pelo professor, para um ensino efetivo e de qualidade, tanto para o professor quanto para o aluno.

Palavras-chave: educação; ensino fundamental; professor; métodos.


Referências


ALMEIDA, M. E. B. T. M. P. Informática e Educação: diretrizes para uma formação reflexiva de professores. Dissertação de Mestrado: Programa de Pós Graduação em Educação – Supervisão e Currículo. PUC/São Paulo, 1996.

BEHRENS, Maria A. Novas Tecnologias e mediação pedagógica. São Paulo: Papirus, 2000.

DEMO, Pedro. Pesquisa: princípios científicos e educativos. São Paulo: Cotez, 1993.

GELLER, Marlise. Informática na educação: as opiniões de alunos do curso de pedagogia. 1995. Dissertação (Faculdade de Educação - Mestrado em Educação)- Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 1995.

GOUVÊA,Sylvia Figueiredo. Os caminhos do professor na era da Tecnologia. Revista de Informáticana Educação, ano 9. n. 13. jan.-.abr., 2009.

IMBERNÓN, Francisco. Formação Docente e Profissional: Forma-se para a mudança e a incerteza.6. ed. São Paulo:Cortez, 2006.

LEITE. et al. Tecnología Educacional: Mitos e Possibilidades na Sociedade Tecnológica, Revista Tecnologia Educacional, Rio de Janeiro, ano XXVII, n. 148. jan.-mar., 2000.

LIBÂNEO, José C. Adeus Professor, Adeus professora? Novas exigências educacionais e profissão docente. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

MORAN, José Manuel. Desafios na Comunicação Pessoal. 3. ed. São Paulo: Paulinas, 2007.

NOGUEIRA, Nilbo Ribeiro. Pedagogia dos projetos: uma jornada interdisciplinar rumo desenvolvimento das múltiplas inteligências. São Paulo: Érica, 2001.

PERRENOUD, Philippe. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

POZO, Juan Inacio. A sociedade da aprendizagem e o desafio de converter informação em conhecimento. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2014.

PRADO. Maria Elisabette Brisola Brito. O aprender e a informática: a arte do possível na formação do professor. Disponível em . Acesso em 10 jun. 2014.

PRETTO, Nelson de Luca. Uma escola sem/com futuro: educação e multimídia. Campinas: Papirus, 1996.

SOARES, Eliana Maria do Sacramento; ALMEIDA, Cláudia Zamboni. Interface gráfica e mediação pedagógica em ambientes virtuais: algumas considerações. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2014.

VALENTE, José Armando. O computador na sociedade do conhecimento. Campinas: Nied, 2002.

VYGOTSKY, L. S. Psicologia pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2003.

WERTSCH, J. V. A necessidade da ação na pesquisa sociocultural. In: ______ ; DEL RÍO, P.; ALVAREZ, A. (Org.).Estudos socioculturais da mente. Porto Alegre: Artmed, 1998. p. 56-71.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat-net.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS Quadriênio 2013-2016: B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; B4 Educação Física; B4 Interdisciplinar; B4 Linguística e Literatura; B4 Sociologia.

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR