Os desafios teórico-metodológicos de pesquisar com os bebês e as crianças pequenas

Gardia Maria Vargas, Irene Carrillo Romero Beber

Resumo


Este artigo apresenta uma reflexão em relação aos desafios da pesquisa com bebês e crianças pequenas. Nele são expostas duas experiências de pesquisas etnográficas nas quais se utilizou como instrumento de captura dos dados fotografias, gravações em vídeo e diário de campo. Tais pesquisas evidenciam a importância das interações entre pesquisador e pesquisados, apontando que estar com as crianças e capturar suas experiências envolve uma atitude de escuta, presença sensível e disponível ao outro. Concluímos que pesquisar com crianças engloba acolhimento, olhares, gestos, toques e emoções em uma perspectiva ampliada para além da comunicação oral, uma intercorporeidade que se dá no plano dos afetos.

Palavras-chave: Pesquisa com bebês; desafios metodológicos; fenomenologia; crianças pequenas.


Referências


ARENDT, Hannah. A Condição Humana. 10. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2005.

BEBER. Irene Carrillo Romero. As experiências do corpo em movimento das crianças pequenas: reflexões para a pedagogia da infância. Tese (Doutorado em educação). Programa de Pós-Graduação em Educação- UFRGS, 2014.

BIESTA, Gert. Para além da aprendizagem: educação democrática para um futuro humano. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

CLANDININ, D. Jean; CONNELLY F. Michael. Pesquisa narrativa: experiências e história qualitativa. Uberlândia: EDUFU, 2011.

GEERTZ, Clifford. A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

HOYELOS, Alfredo. La ética en el pensamiento y obra de Loris Malaguzzi. Barcelona: Octaedro- Rosa Sensat, 2004.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Structural Antropology II. New York: Basic Books, 1976.

LÉVINAS. E. Descobrindo a existência com Husserl e Heidegger. (1947). Tradução Fernanda Oliveira. Lisboa - Portugal: Instituto Piaget, 1998.

MALAGUZZI, Loris. História, Ideias e Filosofia Básica. In: GANDINI, L.; EDWARDS, C.; FORMAN, G. As Cem Linguagens da Criança: a abordagem de Reggio Emilia na educação da primeira infância. Porto Alegre: Artmed, 1999.

MALINOWSKI, Bronislaw. Argonautas do Pacífico Ocidental. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

VARGAS, Gardia Maria Santos de. Bebês em suas experiências primeiras: perspectivas para uma Escola da Infância. Porto Alegre, 2014. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat-net.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS Quadriênio 2013-2016: B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; B4 Educação Física; B4 Interdisciplinar; B4 Linguística e Literatura; B4 Sociologia.

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR