Relatório de estágio Creche Boa Infância

Micheli Marcansoni

Resumo


O estágio é fundamental para a formação profissional a fim de adequar essa formação às expectativas do mercado de trabalho onde o licenciado irá atuar. Assim o estágio dá oportunidade de aliar a teoria à prática. O estágio ocorreu na Creche Municipal Boa Infância, situada na Avenida Amanda da Penha, nº. 1.205, na cidade de Sinop; onde foi realizado o estágio de docência na sala do Maternal II A, no período Matutino, a docência se realizou nos dias 14/02/2011 a 02/05/2011, com carga horária de 60 horas. O seguinte relatório irá apresentar alguns dados coletados durante a docência em sala de aula e no ambiente externo, bem como também na parte administrativa. Durante a docência tivemos acesso ao Projeto Político Pedagógico da creche, onde podemos coletar alguns dados importantes, como sua missão, objetivo, entre outros. Está experiência proporcionada pelo estágio de docência amplia o significado da constituição de um profissional da área de educação e complementa a formação acadêmica. Também com a docência pude compreender algumas barreiras que temos que enfrentar dentro da educação e que realmente tenho que enfrentar para alcançar os objetivos de uma melhor educação.

Palavras-chave: educação; estágio; qualidade.


Referências


ALARCÃO, Isabela. (Org.). Escola reflexiva e nova racionalidade. Porto Alegre: Artmed Editora, 2001.

BRASIL, MEC/INEP/UNESCO. O perfil dos professores brasileiros: o que fazem, o que pensam, o que almejam. Pesquisa Nacional UNESCO. São Paulo: Moderna, 2004.

CASTILHO, Maria Fátima. A ressignificação da docência. Revista da Faculdade de Educação/UNEMAT, Editora UNEMAT, 2004.

______ . Da Pedagogia à Escola: Sentidos sobre ser professora. Dissertação de Mestrado. Porto Alegre, RS. UFRGS, 2002.

CHARLOT, B. Formação de professores: a pesquisa e a política educacional (fragmento) In: GARRIDO, S.; GHEDIN, E. (Org). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002.

CORTESÃO, Luísa. Ser professor: um ofício em risco de extinção. São Paulo: Cortez, 2000.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.1987.

______ . Alfabetização: leitura da palavra-leitura do mundo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.

______ . Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: PAZ E TERRA, 1996.

MORAN, José Manuel; MASETTO, Marcos T; BEHRENS, Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas: Papirus, 2000.

NÓVOA, António. O Professor e sua Formação. Lisboa. Publicação D. Quixote, 1992.

______ . Profissão Professor. Porto-Portugal: Porto, 1995.

ROSSETTI-FERREIRA, Maria Clotilde et al. Fazeres na Educação Infantil. São Paulo: Cortez, 1988.

VASCONCELOS, Celso dos Santos. Superação da lógica classificatória e excludente da avaliação. São Paulo: Libertad, 1998.Cadernos Pedagógicos 05.

______ . Avaliação da aprendizagem: práticas de mudança por uma práxis transformadora. São Paulo: Libertad, 1998. Cadernos Pedagógicos 06.

VEIGA, Ilma Passos. (Org.) Projeto Político-Pedagógico da Escola: uma construção possível. Campinas, São Paulo: PAPIRUS, 1995.

SOUSA, Clariza Prado. Significado da Avaliação do Rendimento Escolar: uma pesquisa com especialistas da área. In: ______ (Org). Avaliação do Rendimento Escolar. São Paulo: Papirus, 2003.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Eventos Pedagógicos

ISSN  2236-3165 - Avaliação QUALIS (2017): B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; Educação Física; Interdisciplinar; Linguística e Literatura; Sociologia



Este periódico está licenciado sob Creative Commons BY 3.0


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics)