Plutarquizando e aprendendo com a história dos antigos: os (jovens) alunos do ensino médio e o relato da superficialidade dos debates nas salas de aula contemporâneas – poderiam os clássicos nos ajudar?

Fernando Bruno Antonelli Molina Benites

Resumo


O objetivo deste estudo é relatar os resultados de pesquisa realizada com alunos do terceiro ano do ensino médio, reveladores da tendência destes à formulação de opiniões unilaterais acerca dos mais diversos temas, desprezando manifestações contrárias às ideias pré-concebidas – um possível desdobramento das mídias sociais. Considerando os traços distintivos da juventude à luz de Sócrates e Aristóteles, ponderou-se sobre a relação do jovem com a história – Heródoto e Karl Marx – e alinhavou-se proposta de intervenção a partir do estudo e utilização dos antigos clássicos – Plutarco e outros – por parte do professor em sala de aula. Pretende-se que uma diferente abordagem dos fatos e da experiência histórica colabore para embasamento intelectual profundo dos alunos, futuros formadores de opinião.

Palavras-chave: Vidas Comparadas; cultura clássica; textos do tipo argumentativo; contemporaneidade; ensino.


Referências


ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. Trad. Leonel Vallandro e Gerd Bornheim. São Paulo: Abril Cultural, 1973.

BOSI, Alfredo. Dialética da Colonização. 3 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

BÍBLIA. A Bíblia Sagrada: O Antigo e o Novo Testamento. Santo André: Imprensa Bíblica Brasileira, 2008.

CAMINHA, Pero Vaz de. Carta. Ministério da Cultura. Fundação Nacional do Livro. Disponível em . Acesso em 27 out. 2017.

CARVALHO, Olavo de. Jesus e a pomba de Stálin. O Globo, Rio de Janeiro, 20 out. 2001.

______. O imbecil juvenil. Jornal da Tarde, São Paulo, 03 abr. 1998.

CASTRO, William. 151 provérbios de Shakespeare. São Paulo: 101 Edições, 2015.

CERVANTES, Miguel de. D. Quixote de La Mancha. Primeira Parte. Trad. Francisco Sá Coelho, Antonio Feliciano de Castilho. EBooksBrasil, 2005. Disponível em . Acesso em 05 nov. 2017.

DOSTOIÉVSKI, Fiódor. Crime e castigo. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Editora 34, 2012.

HERÓDOTO. História. Trad. J. Brito Broca. EBooksBrasil, 2006. Disponível em . Acesso em 21 ago. 2017.

JOSEFO, Flavio. Guerra dos judeus. Trad. A. C. Godoy. Curitiba: Juruá, 2002.

MAFFESOLI, Michel. A comunicação sem fim (teoria pós-moderna da comunicação). Revista FAMECOS, Porto Alegre, nº 20, abril 2003, quadrimestral. Disponível em . Acesso em 26 out. 2017.

MARX, Karl. Teses sobre Feuerbach. Disponível em . Acesso em 23 jul. 2017.

McKAY, Brett; McKAY, Kate. Por que todo homem deveria estudar cultura clássica. Trad. Humberto Motta. Disponível em . Acesso em 30 jun. 2017.

MOURA, Maria Aparecida; MANTOVANI, Camila Maciel. Fluxos informacionais e agregação just-in-time: interações sociais mediadas pelo celular. Revista TEXTOS de la Ciber Sociedad, nº 6, 2005, anual. Disponível em: . Acesso em 26 out. 2017.

MOTA, Carlos Guilherme. Educação, contraideologia e cultura. Desafios e perspectivas. São Paulo: Globo, 2011.

ORWELL, George. A revolução dos bichos. Trad. Heitor Ferreira. 34 ed. São Paulo: Globo, 1992.

______. 1984. Trad. Heloisa Jahn, Alexandre Hubner. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

PESSOA, Fernando. Mensagem. Porto Alegre: L&PM Editores, 2012.

PLATÃO. Apologia de Sócrates. Trad. André Malta. Porto Alegre: L&PM Editores, 2011.

PLUTARCO. Alexandre e César vidas comparadas. Trad Hélio Vega. Rio de Janeiro: Ediouro, 1974.

RODRIGUES, Nelson. Flor da obsessão. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

RUSSEL, Bertrand. Casamento e moral. Trad. Fernando Santos. São Paulo: UNESP, 2015.

IDEIAS memoráveis do escritor Umberto Eco sobre redes sociais e tecnologia. Revista Época, São Paulo, 19 fev. 2016. Disponível em: . Acesso em 26 out. 2017.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat-net.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS Quadriênio 2013-2016: B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; B4 Educação Física; B4 Interdisciplinar; B4 Linguística e Literatura; B4 Sociologia.

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR