Brinquedos, brincadeiras e jogos como expressão da ludicidade na educação infantil

Polyana Rabelo de Queiroz Gonçalves

Resumo


Este artigo visa compreender o fator preponderante das brincadeiras, brinquedos e jogos no processo de desenvolvimento da criança, em uma escola Municipal de Educação Infantil de Sinop, Mato Grosso. A metodologia utilizada foi a pesquisa qualitativa, através de entrevistas realizadas com professores, coordenadora pedagógica e a observação das crianças no âmbito das brincadeiras. Buscou-se analisar como ocorrem as práticas pedagógicas docentes junto com as crianças. Como aporte teórico embasou-se nos autores Tizuko Morchida Kishimoto e José Luiz Straub. Os resultados apontam que a ludicidade do brincar favorece e auxilia nos aspectos motores, físicos e intelectuais da criança.

Palavras-chave: educação infantil; brincadeiras; jogos; Tizuko Morchida Kishimoto.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat-net.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS Quadriênio 2013-2016: B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; B4 Educação Física; B4 Interdisciplinar; B4 Linguística e Literatura; B4 Sociologia.

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR