Livros didáticos como fontes em pesquisa em história da educação matemática

Adriana de Bortoli

Resumo


Este texto expõe um exercício de análise dos livros didáticos do autor André Perez y Marin. Tal exercício pautou-se nas concepções de Alain Choppin, Bruno Dassie, Circe Bittencourt e Wagner Rodrigues Valente. Foram abordadas algumas das possíveis formas de análise do livro didático como fonte de pesquisa em educação matemática. Observou-se que é possível analisar um livro didático além de seu conteúdo. Verificou-se nas obras do autor a inserção de conceitos matemáticos além dos conteúdos recomendados pelos programas de ensino e o uso da História da Matemática, o que não era comum nos textos vigentes à época.

Palavras-chave: livro didático; fontes.


Referências


BITTENCOURT, C. Livro Didático e conhecimento Histórico: uma história do saber escolar. São Paulo, 1993. Tese (Doutorado em História) – Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

BITTENCOURT, C. Autores e editores de compêndios e livros de leitura (1810-1910). Educação e Pesquisa. São Paulo, v.30, n.3, p.475-491, set/dez., 2004.

CHERVEL, A. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Revista Teoria e Educação. Porto Alegre, n.2, p.177-229, 1990.

BORTOLI, A. Uma análise dos livros de André Perez Y Marin : um momento da história da matemática escolar brasileira no início do século XX. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2016.

CHOPIN, A. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.30, n.3, p. 549-566, set./dez. 2004.

DASSIE, B. A. Euclides Roxo E A Constituição Da Educação Matemática No Brasil. Rio de Janeiro, 2008. Tese (Doutorado em Matemática) – Departamento de Matemática, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

DASSIE, B. A. Paratextos editoriais e História da Educação Matemática: uma leitura de livros didáticos. 2011. Disponível em: http://www.apm.pt/files/177852_C11_4dd7a3d450d31.pdf. Acesso em: 10 de novembro de 2014.

DASSIE, B.A; COSTA, D.A. Livros didáticos como fonte: o que dizem as pesquisas brasileiras do I ENAPHEM. In: Valente, W.R. (Org.). História da Educação Matemática no Brasil: Problemas de pesquisa, fontes, referências teóricos-metodológicos e histórias elaboradas. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2014, p. 200- 209.

GENETTE, G. Paratextos Editoriais. Trad. Álvaro Faleiros. Cotia: Ateliê Editorial, 2009.

GOMES, M.L.M.; BRITO, A.J. Vertentes da produção acadêmica brasileira em história da educação matemática: as indicações do EBRAPEM. BOLEMA- Boletim de Educação Matemática, vol. 22, núm. 34, 2009, p. 105-130. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=291221876006. Acesso em 25 de jul de 2017.

OLIVEIRA, F. D. DE. Análise de textos didáticos: três estudos. Dissertação de Mestrado em educação matemática. Rio Claro: Unesp/IGCE, 2008.

PEREZ Y MARIN, A . Aritmética Teorico-Prática. 10ª ed. São Paulo: Escolas Profissionais do Lyceu Coração de Jesus, 1939.

__________________. Elementos de Algebra. 6ª ed. São Paulo: Escolas Profissionais do Lyceu Coração de Jesus, 1928.

__________________. Lições de Aritmética 1ª parte. São Paulo: Escolas Profissionais do Lyceu Coração de Jesus, 1913.

__________________. Lições de Aritmética 2ª parte. São Paulo: Escolas Profissionais do Lyceu Coração de Jesus, 1913.

__________________. Lições de Algebra. 1ª ed. São Paulo: Escolas Profissionais do Lyceu Coração de Jesus, 1918.

__________________. Soluções Arithmeticas. 1ª ed. São Paulo: Escolas Profissionais do Lyceu Coração de Jesus, 1910.

__________________. Soluções Algebricas. 2ª ed. São Paulo: Escolas Profissionais do Lyceu Coração de Jesus, 1927.

PEREZ Y MARIN, A; PAULA, C.F. Elementos de Geometria. São Paulo/Rio de Janeiro: Editores Proprietários Weiszflog Irmãos, 1917.

REZENDE, B.L.F; ANDRADE, M.M. Um exercício de análise da obra Aritmética teórico-prática. In: XI Enconto Nacional de Educação Matemática. Anais... Curitiba, 2013. Disponível em: http://sbem.esquiro.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/2271_1169_ID.pdf. Acesso em: 14 de janeiro de 2015, p.1-13.

SCHUBRING, G. Pesquisar sobre o ensino da matemática: metodologia, abordagens e perspectivas. In: MOREIRA, D.; MATOS, J. M. (Orgs.). História do ensino da matemática em Portugal. Lisboa: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação, 2005, v.1, p.5-20. Disponível em http://spiem.pt/DOCS/ATAS_ENCONTROS/2004/2004_01_GSchubring.pdf. Acesso em: 25 jul. 2017.

VALENTE, W. R. Livro didático e educação matemática: uma história inseparável. In: ZETETIKÉ – Cempem – FE – Unicamp – v. 16 – n. 30 – jul./dez. – 2008.

VALENTE, W. R .Como Ensinar Matemática no Curso Primário? Uma questão de conteúdos e métodos, 1890-1930. EM. Perspectiva da Educação Matemática. v.8-n.17-2015.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS Quadriênio 2013-2016: B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; B4 Educação Física; B4 Interdisciplinar; B4 Linguística e Literatura; B4 Sociologia.

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR