O pedagogo e a astronomia básica: relatos de professoras

Ismael Pinheiro Lopes

Resumo


Este artigo buscou entender como Pedagogos estão trabalhando o ensino de Astronomia básica em uma escola municipal da cidade de Sinop, situada no estado de Mato Grosso. A investigação partiu da abordagem qualitativa, e para coleta de dados utilizou-se de questionários. Os sujeitos da pesquisa foram duas professoras Pedagogas, que trabalham com o ensino de Ciências e Geografia no Ensino Fundamental público há mais de uma década. Os relatos das professoras foram entrelaçados com a visão crítica de Paulo Freire sobre o currículo. Dentre outros resultados, constatou-se carência de materiais didáticos e Professores inseguros para abordar temas astronômicos básicos.

Palavras-chave: ensino fundamental; prática docente; pedagogia; astronomia.

Referências


BRASIL. Ministério de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Resolução CNE/CP 1/2006. Diário Oficial [da] União, Brasília, 16 de maio de 2006, Seção 1.

CRUZ, A. A Ciência através dos tempos. 6. ed. São Paulo: Moderna, 2011.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. Tradução de Moacir Gadotti e Lilian Lopes Martins. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

_______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e terra, 1996.

_______. A educação na cidade. Prefácio de Moacir Gadotti e Carlos Alberto Torres; notas de Vicente Chel. São Paulo: Cortez, 1991.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogia e Pedagogos: Inquietações e buscas. Educar, Curitiba, Universidade Federal do Paraná, Editora da UFPR, n. 17, p. 153-176, 2001.

MATSUURA, Oscar T. História da Astronomia no Brasil. 2 ed. Recife: Cepe, 2003.

PROFESSOR A. Professora A: depoimento [19 maio. 2018]. Entrevistador: Ismael Pinheiro Lopes. Sinop, MT, 2018. Questionário (1f). Questionário respondido para o Trabalho de Conclusão de Curso sobre a educação em Sinop.

PROFESSOR A. Professora B: depoimento [23 maio. 2018]. Entrevistador: Ismael Pinheiro Lopes. Sinop, MT, 2018. Questionário (1f). Questionário respondido para o Trabalho de Conclusão de Curso sobre a educação em Sinop.

GHELLERE, P. R.; MACHADO, C. História da Astronomia. Departamento de Astronomia. UFRJ. Rio de Janeiro, 2004. Disponível em: . Acesso em: 03 dez. 2017.

KEPLER, P. R. Histórico da Astronomia no Brasil. UFRGS-RS, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2017.

LANGHI, Rodolfo. Educação em Astronomia: da revisão bibliográfica sobre concepções alternativas à necessidade de uma ação nacional. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 28, n. 2, p. 373-399, jan. 2011. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2017.

STALLIVIERE, Iran C. C. História da Astronomia. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2017.

SOUSA, A. T. S.; FROTA, P. R. O. Origem e evolução da formação do Pedagogo. Disponível em: . Acesso em: 29 dez. 2017.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat-net.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS Quadriênio 2013-2016: B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; B4 Educação Física; B4 Interdisciplinar; B4 Linguística e Literatura; B4 Sociologia.

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR