Os efeitos de sentido de ser professora indígena no município de Colíder

Vanuza Cristina Gomes

Resumo


Na perspectiva de atender à temática Educação, Diversidade e Diferenças este estudo propõe uma investigação sobre os efeitos de sentido de ser professora indígena no município de Colíder por meio de entrevista narrativa com uma professora Waurá (etnia materna), Caiapó (etnia paterna). Fundamentado no referencial da Análise do Discurso de Michel Pêcheux e Eni Orlandi, as análises levaram em consideração as noções de sujeito, condições de produção e discurso. Os resultados permitiram a constatação de que o sujeito Professora Indígena teve que quebrar vários paradigmas para conquistar seu espaço e estabelecer sua identidade enquanto sujeito professora na sociedade urbana.

Palavras-chave: educação; análise do discurso; efeitos de sentido; professor indígena.


Referências


BAUER, Martin; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto imagem e som. Petropólis: Vozes, 2018.

FERNANDES, Cleudemar Alves. Análise do Discurso. 2. ed. São Carlos: Claraluz, 2008.

FERNANDES, João Azevedo. As invenções de uma mulher: Maria da Rosa e a criação historiográfica – século XVI. In: SEMINÁRIO NACIONAL – GÊNERO E PRÁTICAS CULTURAIS – CULTURAS, LEITURAS E REPRESENTAÇÕES, 2., 2009, João Pessoa. Artigo de anais. Paraíba: UFPB e UEPB, 2009.

GADET, Françoise; PÊCHEUX, Michel. A língua inatingível: o discurso na história da linguística. Campinas: Pontes, 2004.

GADET, Françoise; HAK, Tony (org.). Por uma análise automática do discurso. 4. ed. Campinas: Unicamp, 2018.

MUSSALIM, Fernanda. Análise do Discurso. In: MUSSALIM, Fernanda; BENTES, Ana Christina (org.). Introdução à linguística. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2012. p. 113-165.

ORLANDI, ENI P. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 2007.

ORLANDI, Eni P.; LAGAZZI-RODRIGUES, Suzi. Discurso e Textualidade. Campinas: Pontes, 2006.

RAMOS, Vanessa Nunes; ZOIA, Alceu. A formação do professor indígena. Revista Eventos Pedagógicos, Sinop, v. 4, n. 2, p. 230-238, ago./dez. 2013. Disponível em: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/eventos/issue/archive

SEVERIANO, Rafael. Mulher, música e educação indígenas: aspectos da prática e transmissão musical feminina Tupinambá no Brasil colonial. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM MÚSICA, 25., 2015, Vitória. Artigo de anais. Espírito Santo: Associação Nacional de Pesquisa e Pós- Graduação em Música, 2015.

TXUCARRAMÃE, Mayalú Kokometi Waurá. Indígena, mulher, mãe e professora. [Entrevista cedida a] Vanuza Cristina Gomes. Efeitos de sentido de ser professora indígena, Colíder, 2019.

TXUCARRAMÃE, Mayalú Kokometi Waurá. PIBID. 2019. 1 fotografia.

TXUCARRAMÃE, Mayalú Kokometi Waurá. Prática em sala de aula. 2019. 1 fotografia.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat-net.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS Quadriênio 2013-2016: B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; B4 Educação Física; B4 Interdisciplinar; B4 Linguística e Literatura; B4 Sociologia.

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR