Discriminação racial: o eu, o outro e a escola

Keila Dias Costa, Rosemary Corrêa Pontes, Ivone Jesus Alexandre

Resumo


Este trabalho apresenta uma analise sobre as relações raciais no ambiente escolar. Uma discussão teórica sobre os indicadores sociais dentro da escola que evidenciam os mecanismos intraescolares, como fatores contribuidores de exclusão, diminuição e distanciamento entre o eu e o outro. A sociedade brasileira é caracterizada pela pluralidade étnica, sendo este produto de um processo histórico de três grupos distintos: portugueses, índios e negros. Hoje, temos um país miscigenado, multifacetado, porém, marcado pelo antagonismo e pela imprevisibilidade, percebidos no espaço que a criança negra ocupa na escola. Assim, essa criança vive situações de preconceito, descrédito e difícil inclusão social. Sendo assim, busca-se neste estudo contribuir e compreender a importância da escola, como espaço social, e sua relevância na formação e construção e construção da identidade da criança. Dessa forma, compreendemos que a escola tanto pode ser um espaço de disseminação quanto um meio eficaz de prevenção e diminuição do preconceito.

Palavras-chave: educação; escola x negro; mecanismos intraescolares; discriminação x preconceito.


Referências


ALEXANDRE, Ivone Jesus. Relações Raciais: um estudo com alunos, pais e professores. Cuiabá: Ed UFMT, 2009.

ABRAMOVAY, M. Violências nas escolas. Brasília: UNESCO, 2002.

CANDAU, Vera Maria (Org.). Magistério: Construção Cotidiana. Petrópolis: Vozes, 1997.

CARVALHO, Marília. Quem é negro, quem é branco: Desempenho escolar e classificação

racial de alunos. In. Anped, jan/fev/mar/abr, 2005, n. 28.

CAVALLLEIRO, Eliane. Do silencio escolar ao silencio do lar: racismo, preconceito e discriminação na educação infantil. São Paulo: Contexto, 2000.

COSTA, Cândida S. O Livro Didático no Contexto Escolar. In: MULLER, Maria Lúcia Rodrigues (Org.). Cadernos NEPRE, Cuiabá: Ed UFMT, nº 01, janeiro-junho 2005, p. 75-82.

FAZZI, Rita de Cássia. O drama racial de crianças brasileiras: socialização entre pares e preconceito. Belo Horizonte: Autentica, 2004.

HELLER, A. Sobre os preconceitos. In: Agnes Heller. Cotidiano e a História. São Paulo: Paz e terra, 1988.

HENRIQUES, Ricardo. Raça e gênero no sistema de ensino: os limites das políticas universalistas em educação. Brasília: UNESCO, 2002.

KABENGELE, Munanga (Org.). Superando o racismo na escola. 2 ed. ver. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e diversidade, 2005.

MENEZES, Valéria. O preconceito racial e suas repercussões na instituição escolar. Agosto, 2002.

ROMÃO, Jeruse. O educador, a educação e a construção de uma auto-estima positiva no educando negro. In CAVALLEIRO, Eliane. Racismo e anti-racismo na escola: repensando nossa escola. São Paulo: Summus, 2001.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Área do conhecimento: Ciências Humanas

Ano de fundação: 2010

ISSN: 2236-3165

DOI: 10.30681/2236-3165

Título abreviado: Even. Pedagóg.

E-mail: eventospedagogicos@unemat.br

Unidade: Faculdade de Educação e Linguagem - FAEL

Avaliação QUALIS Quadriênio 2013-2016: B1 Ensino; B3 Planejamento Urbano e Regional / Demografia; B4 Ciências Ambientais; B4 Educação Física; B4 Interdisciplinar; B4 Linguística e Literatura; B4 Sociologia.

cope_75 Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

88x31_88 Este periódico está licenciado sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada. http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR