ARQUÉTIPOS, HEROÍSMO E ALTERIDADE EM O BOM DRAGÃO, DE SANTIAGO VILLELA MARQUES

Lany Link Bezerra Moura

Resumo


Este artigo tem por finalidade analisar e identificar no conto O Bom Dragão, de Santiago Villela Marques, o percurso do herói-dragão Azulino em busca de sua alteridade à luz da teoria de Campbell, assim como os arquétipos que constituem o conto. Os estudos de Jung, sobre arquétipos, servirão para que possamos apontar como se constitui essa faceta do inconsciente coletivo na tecitura do conto.



Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Visitas:

 

Este periódico está licenciado sob Creative Commons BY 3.0

 

ISSN 1983-8018

Avaliação Qualis B2 (2015-2016)

Os artigos publicados na REVISTA DE LETRAS NORTE@MENTOS são indexados em:

imagem_indexadores_512

Resultado de imagem para periodicos capes