22/07/2020 – por Assecom

A Universidade do Estado de Mato Grosso Carlos Alberto Reyes Maldonado (Unemat) publicou nesta quarta-feira (22/07) o Edital de Auxílio Inclusão Digital para concessão de um chip com pacote de dados de 10 gigabytes para os acadêmicos com vulnerabilidade socioeconômica. As inscrições, que iniciam hoje, encerram dia 27 de julho. São considerados vulneráveis os estudantes com renda per capita de até um salário mínimo e meio, conforme política nacional de Assistência ao Estudante, definida pelo Fórum de Pró-Reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis (Fonaprace) das instituições de ensino superior públicas do Brasil.

O reitor, Rodrigo Zanin, explica a concessão como garantia para a retomada das aulas para todos os alunos da Universidade. “Esse auxílio faz parte do planejamento que a Unemat desenvolveu para a retomada das atividades de ensino com o Ensino Remoto Emergencial (ERE), sendo esta etapa muito importante para garantir que nossos acadêmicos em situações de vulnerabilidade social possam ter acesso as atividades de ensino da Universidade”.

A Universidade do Estado de Mato Grosso Carlos Alberto Reyes Maldonado (Unemat) publicou nesta quarta-feira (22/07) o Edital de Auxílio Inclusão Digital para concessão de um chip com pacote de dados de 10 gigabytes para os acadêmicos com vulnerabilidade socioeconômica. As inscrições, que iniciam hoje, encerram dia 27 de julho.

“Além desse critério, definimos junto com os estudantes, que todos os alunos já selecionados para o programa Auxílio Moradia e Alimentação da Universidade com situação de vulnerabilidade comprovada terão prioridade no Auxílio Inclusão Digital”, informou a pró-reitora de Assuntos Estudantis, professora Antonia Alves Pereira.

Para atendimento aos alunos matriculados no primeiro PLSE 2020/3 (10/08 a 21/09), as inscrições iniciam hoje e vão até o dia 27 de julho. Após esta data, as inscrições continuarão abertas e os alunos poderão concorrer para o auxílio nos períodos seguintes, conforme cronograma do Edital, em atendimento ao PLSE 2020/4 (13/10 a 24/11) e PLSE 2020/5 (07/12 a 29/01). O edital de fluxo contínuo ficará aberto até o final do Período Letivo Suplementar Emergencial (PLSE).

O resultado final do Auxílio Inclusão Digital para o primeiro período será divulgado no dia 7 de agosto. Em seguida, os chips serão disponibilizados aos alunos para início das aulas no dia 10.

O processo de seleção será totalmente on-line com banca mista com a equipe da Prae, membros da Comissão de Assuntos Estudantis (CAE), da Comissão Organizadora Local dos Auxílios Alimentação e Moradia e das representações estudantis.

O pró-reitor de Gestão Financeira, Ricardo Umetsu, tranquiliza os alunos que dependem de bolsas e auxílios da Universidade para possibilitar seus estudos. “Apesar do déficit financeiro enfrentado pela universidade nos últimos anos, a política de assistência estudantil sempre foi priorizada. Nesse ano, conseguimos quitar o passivo financeiro de exercícios anteriores e o objetivo é realizar todos os pagamentos em dia, mantendo a prioridade de bolsas e auxílios”.

O certame é organizado pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) que, vem dialogando com as lideranças estudantis desde a última sessão do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conepe) que aprovou o Ensino Remoto Emergencial (ERE).