10/08/2020 14:28 – por Nataniel Zanferrari

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) divulgou nesta segunda-feira (10) o resultado final do processo de seleção para a concessão do Auxilio para Inclusão Digital, que consiste na concessão de  chip com pacote de dados, destinado a alunos em vulnerabilidade socioeconômica para cursarem as disciplinas oferecidas por meio do Ensino Remoto Emergencial.

Os chips da operadora Vivo já estão sendo encaminhados aos câmpus e em breve estarão disponíveis para retirada pelos estudantes. Para que os chips cheguem o mais rápido possível aos destinos, a Unemat colocou todos os motoristas à disposição para a entrega dos chips aos câmpus, núcleos e polos. As comissões locais informarão aos alunos o dia e horário para retirada do chip.

A Unemat segue no aguardo dos chips da operadora TIM, após o qual serão adotadas medidas semelhantes para a entrega.

Os estudantes que não realizaram a inscrição no primeiro ciclo de inscrições ainda podem realizar porque o edital é de fluxo contínuo. Um diferencial deste edital é a possibilidade do aluno, caso preencha erroneamente os dados, poder refazer o processo de inscrição.

No primeiro ciclo de inscrições a Universidade recebeu 754 inscritos, sendo 635 alunos vinculados aos câmpus,  24 vinculados aos polos de ensino a distância e 95 aos núcleos pedagógicos da Instituição.

Para conferir o resultado final e também para se inscrever nos próximos ciclos, clique aqui.

 

Quem pode concorrer ao Auxílio para Inclusão Digital:

São considerados vulneráveis os estudantes com renda per capita de até um salário mínimo e meio, conforme Política Nacional de Assistência ao Estudante, definida pelo Fórum de Pró-Reitores de Assuntos Comunitários e Estudantis (Fonaprace) das instituições de ensino superior públicas do Brasil.

Os alunos já selecionados para os programas de Auxílio Alimentação e Auxílio Moradia da Universidade com situação de vulnerabilidade comprovada terão prioridade no Auxílio Inclusão Digital.